08 abril, 2011

sky


Era cedo, ainda não tinha dado as 11h no relógio, o sol já brilhava, os planos para aquele dia iriam ser banais, não havia muito para onde ir nem gente capaz de se aventurar. Ela partiu sozinha, pela primeira vez teve coragem de colocar na mala as coisas essenciais e partiu, partiu como uma andorinha no final da primavera, não olhou para trás, seguiu o coração, seguiu a razão (...) 
Trazia dentro dela objectivos a cumprir, prometera a si mesma que os iria cumprir até ao última dia da sua vida...um deles seria encontrar algo que a fizesse feliz não uma vez, mas sempre, não sabia ela, que isso estaria tão perto, tão dentro dela, a própria felicidade, pois essa só depende de nós, por mais pessoas que entrem na nossa vida. 
Ela seguiu viagem durante um mês, quando chegou tinha mil histórias para contar, mil planos a pensar e percebeu, que esteja onde estiver, a felicidade está com ela e isso não pode negar nem evitar. 

( Ana Marques, este texto é para ti, macaca )

1 comentário:

Daniela disse...

Que lindo :)
Oh obrigada querida :$