27 julho, 2011

Tenho saudades de quando me tocavam no coração apenas com palavras ou gestos. Dá-me vontade de sentir isso de novo. Faz-me falta alguém dizer ou fazer algo tão belo e sentido que faça o meu coração ficar todo derretido. Não sinto disso há tanto tempo. Tenho saudades das dedicatórias, das palavras carinhosas, das mensagens queridas que recebia assim do nada mas que me faziam sentir a melhor pessoa do mundo, das músicas cantadas ao ouvido e com voz suave, das fotografias, dos textos, das confissões… Sei lá. Tenho saudades de quando acordava de manhã e tinha uma daquelas mensagens super reconfortantes e meigas que deixam uma pessoa logo bem disposta para o resto do dia, ou de quando a meio da noite acordava e tinha uma mensagem super querida… Não me posso queixar, pois tenho o melhor namorado e os melhores amigos do mundo, é um facto. Mas agora que vieram as férias, talvez eles também fizeram férias destas pequenas mas grandes amostras de amor e amizade. Talvez até esteja mal habituada. Mas sempre que recebia algo assim, tentei sempre retribuir à minha maneira. Se calhar, na altura não dei assim tanto valor como devia e, agora, sinto falta disso. Apesar de eu saber que eles estão sempre lá quando preciso, que gostam muito de mim e tudo mais, gostava que mo dissessem ou demonstrassem pelo menos outra vez, é disso que eu sinto falta. Tenho saudades que me derretam toda e me façam rir para o telemóvel ou para o ecrã do computador ou, até mesmo, para os papeis… Se calhar, não recebo essas demonstrações de afecto porque também não as tenho dado. Será uma espécie de vingança? Eu sei que as coisas não se dizem, sentem-se, mas eu tenho saudades que me as digam de uma forma mais marcante para eu as sentir de uma forma mais emocionante. A par disso, tenho saudades de certas pessoas. Não podemos forçar os outros a fazer o que não somos capazes. E talvez seja mesmo isso. Se calhar essas pessoas não disseram mais nada porque eu também não disse. E assim se foi perdendo o contacto. Mas um dia, um dia vou recuperar todas essas amizades que fui deixando para trás! Um dia, quando o destino quiser nos iremos encontrar de novo e ficaremos todos juntos.

2 comentários:

joana m. disse...

amo *.*

Catarina Chaves disse...

Amor eu vou estar sempre aqui! Tu sabes o que és para mim, a minha MENININHA!* Amo voçê.+